A Maçonaria
História da loja
História Francis Bacon
Diretoria
Agenda
Links
Festividades
Contato

 

RESUMO HISTÓRICO DA LOJA FRANCIS BACON


A Loja Francis Bacon foi fundada no dia 3 de julho de 1.990, em uma reunião no Templo Provisório existente na ala administrativa superior do Grande Oriente do Estado de Goiás.

Estavam presentes 29 maçons, dentre os quais muitos Mestres Instalados, incluindo o Ir.: José Gonçalves Monteiro, Delegado do Rito Adhoniramita em Goiás e o Ir.: Mauro Marcondes da Costa, então Grão-Mestre Adjunto.

O Ir.: Jorge Francisco da Paixão estava presente, mas não pôde assinar a ata de fundação, por estar ainda no Grau de Companheiro.
Trecho da ata de fundação: “O Ir.: Arsênio Neiva Costa, responsável pela convocação da reunião em curso, assumiu a condução da reunião e expôs aos presentes que o motivo da convocação da Assembléia de Maçons era a reunião de mentes afins, de Irmãos Maçons que pretendiam orientar uma Loja Maçônica para o carril ideal da filosofia, do esoterismo, da ciência, das artes, conduzindo os Irmãos a um posicionamento mais místico dentro da Maçonaria, sendo que para isto seria necessário a fundação de uma Loja que abrigasse esses Irmãos com os mesmos ideais”

A fundação da Loja e a escolha do Rito Adhoniramita foram aprovados por unanimidade.

Foram sugeridos vários nomes para a nova Loja e, à votação, venceu o nome “Francis Bacon”, sugerido pelo Ir.: Fausto Rodrigues Valle, que defendeu a proposta, discorrendo sobre a vida do escritor, filósofo, místico e grande maçom do passado.

Outros nomes sugeridos foram: “Sabedoria de Salomão”, “Antonio Francisco Lisboa (Aleijadinho)”, “Filosofia, Ciência e Artes”, “Mãos Postas”, “Alferes Tiradentes”.

A Diretoria Provisória, eleita por aclamação, foi constituída pelos seguintes Irmãos: Venerável: Fausto Rodrigues Valle; 1º Vigilante: Valfredo de Oliveira Costa; 2º Vigilante: Mario Fernando Camozzi; Orador: Lacordaire Vieira da Silva; Secretário: Antônio Barbosa Nogueira; Tesoureiro: Nildo Cavalcante; Chanceler: Edson Ferreira Silva; Cobridor: Paulo Alberto do Nascimento; Mestre de Cerimônias: Arsênio Neiva Costa; Mestre de Harmonia: Ademir Meireles.

Um ano depois foi eleita a primeira Diretoria, sendo que a maioria desses Irmãos continuaram ocupando os mesmos cargos. .
A Sessão de Regularização deu-se no dia 6 de março de 1991. A Comissão de Regularização foi composta pelos IIr.: Mauro Marcondes da Costa (Presidente), Joaquim Tomé de Souza (1º Vigilante), Eduardo Veríssimo (2º Vigilante). José Gonçalves Monteiro (Orador) e José Ferreira de Souza (Secretário).
Em seguida à Sessão de Regularização, com a presença de grande número de Autoridades e 23 Irmãos Visitantes, teve lugar a Primeira Sessão Regular da Loja, dirigida pelo Venerável Mestre eleito.